Turismo em Montreal Canadá

Turismo em Montreal Canadá

Thais Tibiriça

O QUE VISITAR EM MONTREAL? – PARTE I

Montreal é a segunda cidade do Canadá, fica atrás apenas de Toronto. Uma cidade multicultural que acolhe pessoas de toda as nacionalidades. A diversidade de atividades por aqui é grande, você se diverte em qualquer estação do ano: verão, inverno, outono ou primavera. Agora é só arrumar as malas!

Roteiro 1
Parc du Mont-Royal

Principal parque da cidade, ele é parada obrigatória para qualquer visitante. No topo da montanha, você encontrará um mirante com vista para toda a cidade, ele é chamado de Le belvédère Kondiaronk. O Lac aux Castors também é ponto obrigatório. No verão, você poderá subir de ônibus e descer pela trilha. Um piquenique também cai muito bem ao redor do Lac aux Castors. No inverno, o lago vira pista de patinação. Um ótimo passeio para um belo dia de sol e céu azul.

Valor do passeio: $0.

Como chegar? Metrô Mont-Royal, depois pegar o bus 11, que já deixa no belvédère Kondiaronk ou no Lac aux Castors. Dá pra ir andando de um para o outro. Se você gosta de pedalar, é um ótimo passeio para fazer de bicicleta. A opção é alugar a bicicleta pública da cidade, chamada BIXI, o custo é em torno de CAD 7 por 24 horas de uso. Há estações da bicicleta por toda parte da cidade, exceto no inverno.

Oratoire Saint-Joseph

O Oratório de Saint-Joseph é o maior oratório católico da América do Norte, foi fundado pelo frei André, em 1904. Uma dica é ver o pôr do sol, durante o verão, na parte alta dele.

Como chegar? Pegue o bus 11 no mesmo sentido que estava e continue o caminho, a próxima parada é o Oratório.

Valor do passeio: $0.

Horário das missas: de seg. a sábado (7h,8h30, 10h, 11h30, 16h30 e 19h30), domingo (7h, 8h, 9h30, 11h).

Plateau du Mont-Royal.

Caminhar pela Avenue du Mont-Royal. Tem várias lojas, além de cafés e restaurantes tradicionais. O bairro Plateau é considerado o bairro cult da cidade, onde moram personalidades quebecoises do mundo das artes.

Cidade Subterrânea

Caminhar pelas galerias interiores, que se interligam entre as estações de metrô Peel, McGILL e Place-des-arts.

Rue Sainte-Catherine.

Após a caminhada pelas galerias subterrâneas, vale a pena dar uma conferida nas lojas e restaurantes da rue Sainte-Catherine, entre as mesmas estações de metrô citadas acima.

O QUE VISITAR EM MONTREAL? – PARTE II

Como muitas cidades pelo mundo, a cidade de Montréal começou a partir de seu porto banhado pelo rio Saint-Laurent. Esta área é conhecida como Vieux-Port e é uma das partes mais charmosas da cidade, com uma arquitetura única e encantadora. Com certeza você se sentirá na Europa, enquanto caminha pelas ruas estreitas.

Roteiro 2
Basilique Notre-Dame de Montréal

Além da igreja principal, conhecia pela arquitetura neogótica, vale a pena conhecer a capela Notre-Dame-du-Sacté-Coeur, com arquitetura moderna. Fica localizada atrás do altar principal.

Valor da entrada: $5.

Como chegar? Metrô Place D’armes.

Musée d’archéologie Pointe-à-Callière.

Um museu interativo que conta toda a história da colonização e exploração de Montreal. A cada temporada, o museu trás exposições temporárias importantes e reconhecidas internacionalmente.

Valor da entrada: $18.

Funcionamento: de terça a domingo.

Centre de Sciences de Montréal e Cinéma Imax.

Se você curte ciências, vale a pena dar uma visitada neste museu. Além de ser um excelente passeio se você estiver com crianças. O Cinéma Imax traz filmes com temáticas educativas e alta tecnologia de definição. Com certeza seus filhos irão adorar.

Valor da entrada para cada um (caso você compre separado): $11.50.

Valor da entrada para os dois: $19.

Funcionamento: de segunda a domingo.

Quais du Vieux-Port.

No inverno tem uma pista de patinação externa e no verão tem passeios de barco saindo diariamente do velho porto, além de passeios de charrete. Vale a pena a experiência!

Marché Bonsecours

É um mercado não para comprar frutas e verduras, mas para comprar produtos de grande qualidade feitos por artistas quebequenses. Além de abrigar uma série de restaurantes. No século XVII, o mercado servia como local para realização de bailes de gala e foi sede da prefeitura durante 25 anos. Não deixe de observar a arquitetura, é belíssima! O Marché Bonsecours é reconhecido como um dos dez patrimônios do Canadá. Não deixe de visitar!

Valor do passeio: $0.

Horário de funcionamento: diariamente a partir das 10h.

Hôtel de Ville.

Construído em 1872 a 1878, a edificação teve estilo de Napoleão III. Em 1922, o edifício pegou fogo sendo remodelado como a prefeitura de Tours, na França.

OBS: Tours gratuitos são feitos a partir das 9h até as 17h, em junho, julho e agosto

Place Jacques-Cartier.

Tem vários restaurantes. No verão eles colocam um terraço ao ar livre para os clientes aproveitarem o sol. Várias exposições também acontecem nesta praça.

Rue Saint-Jacques

Considerada a Wall Street do Canadá.

Palais des congrès de Montréal

Local onde são realizadas algumas eventos da cidade. A arquitetura é interessante, o prédio traz vitrais coloridas que com a luz do sol refletem diversas cores. Ao lado do Palácio há uma praça com uma fonte interessante. Vale a pena a visita.

A melhor opção para poder conhecer toda esta região é caminhar, por isso vá com disposição e um bom sapato!

Thais Tibiriça também participou do GuiaBrasil.ca com o texto: 10 MOTIVOS PARA ESTUDAR EM MONTREAL.

Para entrar em contato com a Thais, visite o perfil profissional dela no GuiaBrasil.ca: http://www.guiabrasil.ca/servicos/thais-tibirica/ e leia mais artigos no blog: http://hibonjourtravel.com/